Fechar Menu
Abrir Menu

Benfica campeão da 1.ª divisão em masculinos e femininos, em Felgueiras 2023

O Benfica conquistou o título de campeão de Portugal da 1.º divisão, em masculinos e femininos 2023/24, numa competição disputada em dois dias nas Piscinas Municipais de Felgueiras (25 metros).

Referência neste segundo dia para o recorde nacional dos nadadores do Benfica: Diogo Ribeiro nos 100 mariposa (51,00) e a estafeta feminina de 4×200 livres (8.03,35). Os únicos máximos deste campeonato.

Em masculinos, o Benfica dominou a competição, seguindo sempre na frente da pontuação coletiva, para terminar com 290 pontos à frente do Sporting (260) e do Sport Algés e Dafundo (234).

Os benfiquistas conquistaram o bicampeonato masculino o seu sétimo troféu de campeão de Portugal da 1.º divisão: 1986–87, 1988–89, 1989–90, 1992–93, 1993–94, 2022-23; 2023-24.

Em femininos, a luta pelo título nacional foi disputada até à última prova de estafetas. O Sporting, campeão em título, seguia na liderança ao fim do primeiro dia com 126 pontos, mais dois pontos que o Benfica (124).

Todavia, na primeira sessão de hoje, sexta-feira, as benfiquistas seguiam já na frente com três pontos de vantagem.

Na sessão decisiva da tarde de hoje, o clube da Luz dilatou a sua vantagem para 11 pontos e assegurar o seu segundo título nacional feminino (o primeiro título foi em 1987/88) com 273 pontos, seguido do Sporting (262) e do Futebol Clube do Porto (231).

Uma vitória coletiva das benfiquistas, selada com o recorde nacional na estafeta final dos 4×200 livres com 8.03,35 minutos por Letícia André, Catarina Franco, Ema Conceição e Diana Durães. O anterior máximo (8.08,99) pertencia ao Sport Algés e Dafundo desde 24/11/2018.

No plano individual, destaque hoje para as vitórias das benfiquistas Diana Durães de manhã nos 800 livres e de tarde nos 400 estilos. Ontem foi segunda nos 200 estilos.

Referência para a vitória de Ema Conceição nos 100 livres e a vitória de Raquel Gomes Pereira nos 200 bruços dois segundos lugares nos 50 e 100 bruços, nadadora que se despediu das competições aqui em Felgueiras.

Em masculinos, Miguel Nascimento triunfou nos 50 costas e de tarde nos 100 livres. Ontem triunfou nos 50 mariposa. E Diogo Ribeiro vitória nos 200 livres e 100 mariposa, nesta prova com recorde nacional (51,00 segundos) na sessão da manhã de hoje. O benfiquista melhorou por um centésimo o seu recorde nacional (51,01) obtido no Europeu de Otopeni a 5 de dezembro.

O FOCA – Clube de Natação de Felgueiras, representou a nossa cidade ao mais alto nível, conseguindo a manutenção no mais alto escalão em Masculinos, e descendo a 2ªdivisão em femininos, por uns mínimos 2 pontos. Parabéns a todos os atletas que dignificaram o nome de Felgueiras no mais alto patamar da Natação Portuguesa.

O Vereador do Pelouro do Desporto e Lazer, Joel Costa, presente na cerimonia protocolar, recebeu ainda uma placa de agradecimento da Federação Portuguesa de Natação, pelo excelente contributo dos serviços municipais, e dos seus colaboradores, na organização inédita de um Campeonato Nacional de Clubes da 1ªDivisão, a realizar-se pela primeira vez na história, na cidade de Felgueiras. 

Para o Vereador Joel Costa, ” esta prova foi um sucesso organizativo, de prestigio para as instalações desportivas municipais, para a cidade de Felgueiras, mas também um incentivo forte para a economia local, com impacto assinalável na hotelaria, restauração e turismo local, uma vez que atrai a presença de um elevado número de atletas oriundos de vários clubes nacionais. Felgueiras mantem aposta em eventos nacionais de destaque, e a maior prova da Natação Nacional, passou por Felgueiras, em 2023″.

CLASSIFICAÇÃO COLECTIVA FEMININA

CLASSIFICAÇÃO COLECTIVA MASCULINA

RESULTADOS

Mais notícias
Quatro recordes nacionais caem em Felgueiras, com passaporte para Mundiais de Budapeste